“Dragão Voador” é uma alusão ao fantástico, ao intangível que se torna real na imaginação coletiva; assim como o teatro, com o seu poder de criar e desfazer realidades momentâneas. Todos os seus espetáculos tem sido criados sobre conceitos que discutem o sujeito contemporâneo, suas formas de inserção no mundo atual e seus modos de percepção política do mesmo.