Observatório Constante

conversas / debates / entrevistas / música / espetáculos / filmes / performances

MOSTRA DE DRAMATURGIAS DE SUBJETIVIDADES SELVAGENS

2 ações cênicas a partir de textos teatrais de Francisco Carlos
Em parceria com o Projeto_ENTRE apresentam-se estas duas leituras encenadas da obra do grande autor amazonense.

22.05 Quarta às 21h
Românticos da Idade Mídia

Uma freira, Adele Fatal, depois de ter seu corpo queimado pela água de um banho sagrado, foge do convento e se embrenha por uma floresta mal assombrada até chegar numa metró- pole onde resolve abrir uma sauna-mística e se põe a prática de rituais religiosos- sadomasoquistas e experiências midiáticas na companhia de um reverendo-suicida (Jim Jones?), um punk, Lobo-Podre, uma cantora agressiva Jane-Joia, um adolescente-melancólico, Ângelo, uma ninfeta-órfã-adotada por Adele, Miss Blair e uma TV-Monstra. Apavorados com os monstros-urbanos que assombram a grande-cidade, organizam um pic-nic numa floresta mal-assombrada, perambulam pela floresta, segue a procissão apocalíptica que se atira suicida na fúria de uma cachoeira em meio a selva, a la Jim Jones. O ego-duplo de Lobo Podre foge da procissão-suicida volta a metrópole onde enfrenta um julgamento e um enterro a lá coveiro- de-Hamlet. No final todos se encontram num paraíso-Disneylândia.

Classificação Livre
Entrada Franca